Vinte e cinco

Não, esse texto não é sobre o album 25 da cantora Adele, mas sim sobre a minha idade atual.

Pois é senhoras e senhoras, no último 15 de novembro completei 25 anos de idade e fazer meu segundo aniversário no meio do período de pandemia não é nada fácil. Não sei a vocês, mas pra mim não poder comemorar junto de amigos e familiares pelo segundo ano seguido faz eu me sentir um pouco chateado.

Entretanto esse texto não é para eu lamentar sobre esse fato da pandemia, mas sim compartilhar com vocês todas as mudanças e crescimentos que tive no último ano.

Para começar iremos falar sobre o final de 2020 quando tiver a oportunidade de trabalhar como visual merchandising em uma loja de roupas e o quanto eu adorei a experiência de poder arrumar as roupas, vitrines, manequins e demais objetos para tornar os produtos mais atrativos aos clientes. Foi maravilhoso poder colocar em prática o que estava aprendendo na minha pós-graduação de Comunicação e Produção de Moda.

Começando o ano de 2021, voltei para a minha função tradicional de produtor de conteúdo para agência de publicidade e propaganda, e isso foi o que continuei trabalhando até hoje.

O que mudou no meio disso foi que também me mudei de país, depois de um longo tempo de planos e organizar a vida, em julho embarcamos para Europa, e daí vocês já devem ter lido em posts anteriores eu contando sobre meu tempo em Zagreb, Croácia.

Depois de ficar quase 1 mês no pais do Balcãs segui viagem para Portugal, país destino de manter residência e começar a trilhar novos projetos. E começar uma nova vida em um novo país é sempre uma sequência de desafios muito grande.

Portugal é uma país de contrapontos que de acordo com o lado que se olha tem pontos positivos e negativos diferentes, mas isso é assunto pra outro texto e você podem inclusive deixar perguntas aqui ou lá no instagram @rodrigirao15 para eu falar no próximos textos.

E o ponto do texto é que nesses 25 anos eu cresci e me redescobri várias vezes, e aprendi que estar presente não significa estar ao lado, pois foi por meio de mensagem e vídeo chamadas que estive perto dos meus amigos durantes todo esse tempo de pandemia e agora que estou morando aqui em Portugal.

Eu não apenas cresci como pessoa nesse último ano em q me vi várias vezes só por conta da pandemia, mas também evoluir profissionalmente e entendi o meu valor no mercado de trabalho e que não importa aonde eu estiver eu sempre terei oportunidades de fazer aquilo que gosto e que faço com prazer.

Conheci pessoas, lugares e aprendi muitas coisas… e comecei então a pensar mais em planos e projetos para o futuro e espero que logo venho aqui pra trazer novidades pra vocês.

Espero que vocês tenham gostado desse meu compartilhar….comentem aqui o que acharam.

Where to stay in Zagreb?

Hi guys!

If yoIf you entered this post at random, I’m doing a series on Zagreb. At the post Next stop, Zagreb I was talking about why a choose to came to this city and some good stuffs to make you go there too. But on this posts I gonna talk about a good question Where to stay in Zagreb?

When you go to another city or country you need to stay in a good, safe and nice place, in preference paying low prices, and my suggestion is – stay in an Airbnb.

Airbnb

Probability you know what is Airbnb, but if you don’t I tell you. Is a website where you can book rooms, apartments, houses, hotel room or a hostel space. Yeah, there are several options for you to choose where you want to stay. Open https://www.airbnb.com.br/ create an account and start your search to you best place to stay.

Airbnb homepage

In Airbnb you can search a place using filters to select the best option for you, for exemplo, you can only see place with air-conditional, or laundry machine, or places for long trips, in downtown, outskirts or wherever you want.

Mansion Hallenbach

When I decided to go to Zagreb I did everything I mentioned above, and the universe send me to an amazing place, The Mansion Hallenbach. If you try to search using this name you not gonna find anything because I created this name from the last name of my hostler Alex Hallenbach.

Door of the room

The house in a big one if tow floors, downstairs lived Alex and his lovely girlfriend Petra and I was upstairs. In the house you have space to cook, rest, wash you clothes, feel the fresh air at the balcony or just stay at the big room.

Room

Mansion Hallenbach is next to the most famous park at Zagreb, The Park Maksimir, close to downtown, supermarket, coffee shops and in a good localization to get train or bus to go to the museums, churches or shopping mall.

Alex Hallenbach is one of the most polite and receptive person I’ve ever met. Always available to help, teach or just spend a nice time. He helps me with the trains to go downtown, where I could bought cheep food and a lot of stuffs I asked him.

The place smells of history, some objects that make up the bedroom furniture are heirlooms from the Hallenbach family.The bed, the mirror and the chest are pieces from the last century and make the room very special. On the balcony you have an incredible view with trees and can enjoy the sunrise and sunset.

Click here to book Mansion Hallenbach

The Chest
The balcony view

Considerations

me, my mother, Petra and Alex

If you want to go to Zagreb, you should research to a good place, with good people to help you, see what do you need to a better trip and how to make it easy to spend this days of out you home. Airbnb is too safe for rent a place, I suggest you to talk with you hostler and discovered the place before arrive to make you days more easy. I love my days at the Mansion Hallenbach, Alex and Petra are incredible humans and found new friends there for my hole life. You should go to Zagreb.

And you, have already use Airbnb? What was your experience? Tell me and if you want to see more photos open my instagram profile @rodrigirao15.